Você já ouviu falar em Saltos de Desenvolvimento?

19/05/2020

De uma hora para outra seu filho começou a ficar diferente, querendo mais colo, mais choroso, irritado, agitado, com dificuldade para dormir ou apresentando mudanças nos hábitos alimentares, querendo mamar o tempo todo ou não querendo mais mamar? 

Você sabe o que está acontecendo com ele?

Ele pode estar passando por um Salto de Desenvolvimento!

Os primeiros anos de vida são marcados por um desenvolvimento neuropsicomotor intenso e variável intercalando momentos de desenvolvimento acelerado com outros mais calmos, estes anos são repletos de incríveis descobertas e conquistas de novas habilidades.

Quando o seu bebê desenvolve uma nova habilidade, ele pode ficar tão eufórico com esta nova conquista que quer praticá-la o tempo todo, não consegue pensar em mais nada, só na nova aquisição!  Esses períodos, que deixam as mamães e papais de cabelo em pé são conhecidos por Saltos de Desenvolvimento.

Os saltos podem acontecer em diversos aspectos do desenvolvimento (motor, cognitivo, social e linguagem). Alguns mais comuns estão relacionados quando os bebês começam a sorrir, enxergar melhor, interagir mais com os pais, começam a pegar objetos, aprendem a sentar, engatinhar, caminhar e falar

Esses períodos de agitação são variáveis, podendo durar dias a semanas e são responsáveis por causarem muita preocupação nos pais, que muitas vezes ficam sem entender o que está acontecendo com seu filho. 

Nessas fases é fundamental tentar manter a calma, é preciso ter acima de tudo muita paciência e empatia com o bebê.  Dar a ele muito carinho, atenção e cumplicidade e curtir junto com ele essas novas habilidades e logo, logo tudo  vai passar e voltar a normalidade.

Tabela dos Saltos

5 semanas – 1 mês        

Ocorrem mudanças significavas na visão, os bebês começam a enxergar os pais e os objetos com mais nitidez e foco e consegue seguir brevemente objetos com os olhos.

8 semanas – quase 2 meses      

O bebê começa a perceber que as suas mãos e os seus pés fazem parte do seu corpo e começam a tentar controlar esses membros. Começam a desenvolver os movimentos finos. Nessa fase já é possível começar a perceber as preferências do bebê, como cores e objetos. Os sentidos ficam mais aguçados.

12 semanas – quase 3 meses   

O bebê começa a perceber mais o ambiente, a enxergar distâncias mais longas e se virar ao ouvir o som de uma voz conhecida. Depois desse salto, pode conseguir controlar a cabeça sozinho

19 semanas – 4 meses e meio  

Esse é um dos saltos mais longos (dura de 4 a 6 semanas) e perceptíveis, pois o bebê começa a fazer várias coisas ao mesmo tempo, como rolar, se virar de barriga para baixo, se arrastar, juntar suas mãos. O bebê vocaliza mais, e começa a dar gritinhos. Também reconhece o próprio nome e o seu reflexo no espelho.

26 semanas – 6 meses 

Durante esse salto o bebê geralmente começa a sentar sem apoio. Também, começa a perceber que a mamãe não faz parte dele, que eles são dois seres individuais. Alguns bebês iniciam a ansiedade da separação nesse momento.

30 semanas – 7 meses 

O bebê começa a tentar engatinhar (ou alguns já engatinham), a se movimentar mais. Começam a emitir deferentes sons e sílabas. Alguns bebês começam a imitar os movimentos dos pais, como gestos de não com a cabeça, bater palmas ou dar tchau e oi.

37 semanas – 8 meses 

O bebê começa a entender que as coisas podem ser classificadas, como por exemplo, o que é alimento e o que é para brincar .Os bebês começam a expressar mais as suas vontades, ficam “temperamentais”, choram se não ganham as coisas. Choram para ganhar colo, começam a gritar, não querem mais trocar a fralda. Sentem mais vontade trocar de atividade constantemente. Alguns bebês começam a engatinhar, a levantar, firmar as pernas, etc.

46 semanas – Quase 11 meses

O bebê começa a perceber que existe uma ordem para as coisas e atitudes, por exemplo: que se colocam sapatos nos pés e os brinquedos nas caixas e começam a ter mais consciência de suas atitudes.

55 semanas – Quase 13 meses

Geralmente é nessa fase que os bebês começam a andar e isso é um salto muito significativo no crescimento. Também, começam a falar mais palavras e a fazer atividades diferentes como “desenhar”. Começam a entender a funcionalidade dos brinquedos antes tão difíceis.

64 semanas – quase 15 meses 

O bebê começa a combinar palavras e gestos para expressar o que deseja, inicia jogos, como apontar partes do corpo quando perguntado e responde a algumas instruções, como dar tchau ou mandar um beijo. Imita as pessoas e explora tudo que estiver à sua frente. Começa a usar colheres e garfo.

75 semanas – 17 meses              

O bebê começa a usar 6 ou mais palavras regularmente. Dança e separa brinquedos por cor, formato e tamanho. Já consegue desenhar melhor os objetos e olha livros sozinhos. Joga bola da forma tradicional ou brinca com bonecas.

Por Fernanda Barbosa, Pediatra e mãe do Vicente e do Otávio

postagens anteriores

Amamentação de Sucesso

12/07/2020

A amamentação pode ser o momento mais valioso entre a mãe e o bebê, e além de criar um vínculo...

Ler mais

A romantização da maternidade e a saúde mental das mães.

09/07/2020

A romantização da maternidade e a saúde mental das mães

Aquela frase clichê que diz que “ser...

Ler mais
Olá, precisando de ajuda? Tire suas dúvidas conosco!