topo

Saúde mental das crianças

28/09/2020

O mês de setembro é conhecido como Setembro Amarelo que é uma Campanha de conscientização sobre prevenção do suicídio que ocorre desde 2015 no Brasil. Segundo pesquisa da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), os problemas de saúde mental estão aumentando em escala preocupante durante a pandemia do novo Coronavírus e o isolamento social.

É preocupante o aumento de tentativas ou consumação de suicídios entre adolescentes e em idade cada vez mais precoce. A depressão também pode ocorrer em crianças e os pais devem ficar atentos aos sinais de depressão: Apatia, falta de vontade de brincar, alterações no sono, mudanças bruscas de humor.

Dentre os fatores de risco para a depressão em crianças podem-se citar problemas emocionais graves durante a gestação; história na família de depressão ou transtornos psiquiátricos; tentativa de suicídio em parente próximo; depressão materna; estresse tóxico na infância, incluindo agressões físicas, morais e verbais; excesso de cobrança, abuso sexual; entre outros. Também estão entre os fatores de risco o cyberbullying; a exposição excessiva às telas, como televisão, tablets e celulares; exposição a conteúdos inadequados ou violentos (através de games, vídeos, filmes, desenhos e mensagens de texto); quadro de ansiedade excessiva; privação crônica de sono devido a horários inadequados de dormir e despertar e quantidade insuficiente de horas de sono pela faixa etária; terceirização da infância com redução do tempo de presença dos pais; oportunidades de brincadeiras restritas; pouca convivência com os pares; e o tempo ao ar livre e brincadeiras na natureza limitadas.

Condutas que podem contribuir com a prevenção ou tratamento da depressão são: organização da rotina de sono, com horário e tempo satisfatórios por idade; estabelecer o tempo e conteúdo de tela, de acordo com as recomendações por idade; realizar brincadeiras ao ar livre; tempo qualitativo com os pais; atividades de lazer; técnicas de relaxamento ou meditação.

Em caso de suspeita de depressão infantil é importante procurar um especialista para correto diagnóstico e tratamento.

Por Michele da Rosa Ferreira, Enfermeira Neonatal e Mãe da Tainá.

Para conhecer mais o trabalho da Michele é só acessar o instagram @enfmicheleferreira

postagens anteriores

Meu bebê está rangendo os dentes! E agora?

30/10/2020

O bebê, durante o seu crescimento, está fazendo muitas descobertas sobre o seu corpo e sobre o mundo. Na época em que os...

Ler mais

Rituais de sono noturno

28/10/2020

Rituais são atividades realizadas sempre na mesma ordem, que irão sinalizar ao bebê que está chegando o momento de...

Ler mais
Olá, precisando de ajuda? Tire suas dúvidas conosco!