topo

Suplementação de ômega-3 na gestação

09/09/2020

Desde o momento da concepção, quando o óvulo e o espermatozóide se fundem, o embrião inicia uma jornada incrível de desenvolvimento. O embrião vai se dividir em milhões de células, que vão se organizar na forma complexa que é o corpo humano. Durante a gestação, a mamãe será provedora de abrigo, comida, água e oxigênio. 

É extremamente importante ressaltar que durante esse período, as escolhas maternas afetarão a vida da criança em curto, médio e longo prazo. Esse momento requer suprimentos adequados e em quantidades ideais. 

Nas semanas em que durar a gravidez e nos primeiros 24 meses de vida do bebê, é imprescindível fornecer nutrientes para um bom desenvolvimento do feto e também para a saúde da mãe. 

Crianças e mamães suplementadas com ômega-3 apresentam melhor processamento mental, aprendizado, memória, desenvolvimento psico-motor e coordenação mãos-olhos, bem como prevenção do déficit de atenção. 

O DHA é uma das gorduras fundamentais encontradas no ômega-3 e causa um efeito positivo na visão da criança, pois é uma das principais gorduras estruturais na retina do olho. 

Ela é responsável por até 60% do total de ácidos graxos poli-insaturados. Por isso, níveis adequados de DHA na alimentação podem ser cruciais para a construção da capacidade de recuperação do sistema nervoso de longo prazo. 

Eles também auxiliam para um ótimo desempenho cerebral e ainda ajudam na batalha contra doenças neurológicas. 

Consumir ômega-3 durante a gravidez pode trazer para você melhor saúde gestacional e no parto, melhor crescimento e desenvolvimento do bebê, maior adaptação ao estresse no decorrer da gestação e prevenção de depressão antes e após o parto. 

Os peixes de água fria possuem DHA, que atua na formação, no crescimento e no funcionamento do cérebro. Este órgão começa a ser estruturado ainda no útero, quando se formam bilhões de células nervosas chamadas de neurônios.

O leite materno é uma excelente fonte, mas se a mãe estiver com uma ingestão adequado do nutriente.

Mas lembre-se: devido à contaminação dos mares é importante prestar atenção a essa dica: para evitar a presença de mercúrio, chumbo e outras toxinas no organismo, ao se alimentar de peixes, escolha os de menor porte e vida curta. Ou, ao comprar o seu suplemento de ômega-3, procure sempre pelo que apresente certificação de pureza (selo IFOS), no rótulo deve constar isenção de metais pesados, a quantidade de EPA e DHA somadas deverá ter 1000mg por cápsula.

Por Kamila Boff, Nutricionista e mãe da Rafaella.

Para conhecer mais o trabalho da Kamila é só acessar o instagram @nutrikamilaboff

postagens anteriores

Consulta pré natal pediatrica

25/09/2020

Você já ouviu falar sobre isso?!

A importância do pediatra na sala de parto é reconhecida pelo...

Ler mais

Por que meu bebê acorda durante a noite?

23/09/2020

Nosso sono ocorre em ciclos entre sono pesado e sono leve, a cada troca de ciclo experimentamos um breve despertar, é nesse momento que...

Ler mais
Olá, precisando de ajuda? Tire suas dúvidas conosco!