topo

Diagnóstico e Tratamento APLV

28/04/2021

Como faço para diagnosticar se o meu bebê tem alergia à proteína do leite de vaca?

O diagnóstico não é simples, umas vez que não existe um teste único que a defina com exatidão.

O entendimento da história clínica, associada ao histórico de alergia familiar e o exame físico do paciente, ajudam a identificar os possíveis alimentos envolvidos na alergia e o tipo de reação. À partir disso podemos identificar o mecanismo provável da alergia e direcionar a solicitação de exames complementares - quando for necessário.

Com uma série de fatores sugestivos de alergia, seguimos para a etapa seguinte: a retirada do alimento suspeito. Esse período para a avaliação diagnóstica varia entre 2 a 4 semanas. Espera-se que nesse período o paciente apresente a remissão dos sintomas. 

Obs.: Caso o paciente não melhore, é preciso saber se a dieta foi realizada corretamente ou se existe outro alimento alergênico ou se não se trata de alergia.

Após o período de 2 a 4 semanas, realizamos o TPO (Teste de Provocação Oral): o método mais fiel para determinar o diagnóstico da alergia alimentar. No TPO o paciente recebe o alimento suspeito - no caso de bebês que são amamentados a mãe ingere o alimento. 

Caso haja reação após a reintrodução do alimento, a alergia está confirmada. Nesse caso o tratamento será manter esse alimento afastado da dieta (Materna se estiver em aleitamento ou usar fórmulas especiais caso o bebê use fórmula infantil).

postagens anteriores

1000 primeiros dias da criança

17/05/2021

Você sabia que os primeiros mil dias de vida de uma criança são os mais importantes e que as experiências vividas nesse...

Ler mais

Devo obrigar meu filho a raspar o prato?

14/05/2021

Nossos hábitos alimentares são formados na infância, por isso é importante que ensinemos às crianças bons...

Ler mais
Olá, precisando de ajuda? Tire suas dúvidas conosco!