topo

Amamentar durante a gestação pode?

26/07/2021

Amamentar outro filho durante a gravidez é um tema polêmico e que diverge opiniões de médicos e profissionais relacionados. Por isso, minha primeira dica é: a mãe deve conversar com o seu pediatra e ver qual a opinião dele sobre o assunto. A vontade da mãe também é um fator que sempre levado em consideração, vale ter um diálogo bem sincero e entender o que faz sentido e é viável para toda a família nesse momento tão especial.

Agora vamos aos fatos. Amamentar durante a gravidez não apresenta risco nenhum, nem para a mãe, nem para o pequeno nos casos em que a gravidez esteja correndo bem, a mãe estiver saudável e o bebê também. Nesses casos, tudo certo!

A prolactina, hormônio responsável pela produção do leite materno, também não interfere em nada na gravidez. O que pode acontecer é o corpo ir baixando a produção desse hormônio durante a gestação, mas nada que um bom estímulo de sucção do pequeno não resolva.

Alguns médicos defendem que tanto a amamentação, quanto a gestação, são duas fases muito desgastantes na vida da mulher e ela precisa de muita energia para levar uma gestação tranquilamente. Além disso, a ocitocina, hormônio produzido na ejeção do leite, é relacionado a contrações uterinas, podendo levar, em alguns casos, a um parto prematuro – vale ressaltar que o útero só começa a responder à ocitocina a partir da 24ª semana de gestação.

Quando é necessário evitar?

Se a mãe se sentir desconfortável com a amamentação, as mamães que já tiveram ou correm algum risco de ter um parto prematuro ou aborto e, também, as apresentam problemas na bolsa amniótica e sangramentos uterinos. De resto, depende da vontade dos pais e da conversa com o médico pediatra e ginecologista.

O que é comum acontecer é o gosto e a quantidade do leite se alterarem, por conta das inúmeras alterações hormonais que a mulher passa durante a gestação, podendo ocasionar em um desmame natural do pequeno que está em fase de aleitamento materno. Se isso acontecer, tudo bem! Mas é sempre válido procurar uma profissional de fonoaudiologia especialista em amamentação e em introdução alimentar para auxiliar do ganho de peso e faça com que o pequeno se mantenha saudável e nutrido nesse momento.

Por Flávia Puccini, Fonoaudióloga. Para conhecer mais o trabalho da Flávia é só acessar o instagram @flaviapuccini

_____________

Você está grávida e quer se preparar para chegada do bebê?

Então conheça nosso Curso: "Vou ser Mãe, e agora?"

postagens anteriores

Hormônios de Sono

22/09/2021

O sono é uma necessidade do organismo como qualquer outra e tem importantes funções como desenvolvimento cerebral,...

Ler mais

Encorajando o desenvolvimento da linguagem

20/09/2021

Desde pequenos podemos estimular e encorajar a comunicação com nossos filhos seguindo os passos abaixo:

Converse com seu...

Ler mais
Olá, precisando de ajuda? Tire suas dúvidas conosco!